quinta-feira, 6 de março de 2014

O que nos move?


Será o simples fato de ter um PLANO, ou um OBJETIVO, ou simplesmente a vontade de fazer as coisas, coloca uma ideia fixa em mente e segue com ela sem pensar em desistir um dia, passando pelos obstáculos que persistem em aparecer com o decorrer dos dias. Seguir a diante, sem pensar, apenas seguir.
E quando chegar, o que fazer?
Nada simplesmente se deixe levar pela emoção, encantamento e pela magia de ter chegado.
O que fazer com o que deixamos para trás em busca de novos horizontes, de novos amores, sabores e cores, será simplesmente deixa-los guardados onde jamais alguém possa tocar ou descobrir, ou vive-los, viver das lembranças, recordações de dias, semanas, meses e anos, onde a luta incessante jamais caiu por terra.
É uma junção de sentimentos e sensações que se fundem com o passar dos dias, montando uma historia, uma trajetória de vida na qual ninguém sairá vivo, a montagem de uma pessoa, adquirindo o melhor e amenizando o pior que existe em cada um de nós, a eterna evolução humana, essa muitos não chegarão a ter, não porque não são merecedoras, mas o fato de que mudança sempre é um transtorno, existe a tal “zona de conforto” onde as pessoas se prendem, colocam em seus olhos vendas e levanta-se o véu da ignorância, e as mantem intactas, imóveis, estáticas.
As mudanças são necessárias em todos os aspectos, seja geográfica, estilo, de vida e dentre tantas outras mil que posso descrever, mas a mudança sempre é necessária, ou se aprende por amor ou pela dor, escolha, ainda existe o livre-arbítrio.
Dizer aqui que a pessoa muda é um clichê, sim é sim, mas ainda bem que conseguimos mudar, nos reinventar, refazer, reutilizar ou reorganizar.

O que nos move?

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Na tua ausência.

Os dias passam sem cor, o som não é o mesmo, o sol não esquenta, na tua ausência apenas passo as horas, mas quando te encontro, tudo ganha forma, o corpo esquenta, olhos dilatam, coração dispara, formigamento em diversas partes do corpo e uma sensação imensa que toma conta de todos os meus sentidos e fico perante a ti, estático, observando, admirando e contemplando tudo o que outrora eu já havia percebido e que me encantou, e cada vez mais meu orgulho em estar ao teu lado cresce.
Em ti observo o que outros não conseguem, e isso me coloca mais perto de ti quanto você possa imaginar. Quero cuidar, mimar você.
Te amo com todos os meus defeitos, com todo meu corpo, te amo com tudo que sou.

Você não é nada do que sonhei, esperei...mas tu é exatamente quem eu preciso na minha vida.

sábado, 14 de setembro de 2013

Uma tarde.


Algum tempo atrás sentia o amargo sabor do abandono, me perdia por caminhos tortuosos e traiçoeiros, um véu descia sobre meus olhos ofuscando a verdade e a realidade.
Vaguei por dias, fiquei a deriva, esquecido, adormecido em mim mesmo, me esquivei, isolei, ignorei todo e qualquer sentimento que se aproximava, não deixei que me tocasse novamente, fui construindo um espaço, uma lacuna gigantesca de grande profundidade e proporções inimagináveis, me tornei indigno de usufruir novamente daquele sabor doce, daquele aroma suave.
No meu mundo particular eu estava caminhando a passos curtos e velocidade baixa, fui reconstruindo, recriando tudo o que outrora foi abalado, alimentei meu espírito, fortaleci mente e órgãos, e aguardei ansioso pelo momento em que poderia novamente caminhar a dois, o momento em que teria alguém ocupando meus pensamentos, que sentiria novamente o corpo arder só de recordar os momentos juntos.
Numa tarde qualquer de um dia qualquer, um dia como o outro, corria calmo e tranquilo, nessa tarde você chegou, nessa tarde que tudo começou, a partir daquele momento você começou a ocupar seu espaço.
Com seu jeito calmo, sereno, seu olhar meigo, gestos carinhosos, sorriso largo estampado, uma vontade absurda da vida, translucido... A magia iniciava e o encanto começou a tomar forma.
A vontade de ter você em meus braços só aumentava e tomava conta, a necessidade de sentir seu corpo, pele, cheiro, calor, sabor ecoava dentro de mim. Necessitava abraçar você, precisava deixar seu corpo bem próximo ao meu, deixar minha pele tocar a sua, sentir a pulsação do seu coração, sua respiração ofegante, seus braços passados pelo meu corpo, num entrelaçar suave, transcorrendo afeto, respeito... A exata sensação de proteção, de entrega.
Gosto de olhar em seus olhos e perceber todo seu encanto, seu carisma, e me deixar vagar pela beleza do brilho que eles emitem, poder te tocar, deixar minha mão percorrer seu corpo todo num delinear único, meus dedos transcorrendo sua face numa forma de gravar no meu intimo todo o traçar, esculpindo algo já pronto, minha boca querendo encontrar a sua, e descobrindo todo seu corpo, mãos que se procuram, corpos que se encontram, desejos que se mostram.
Momentos passados juntos se eternizaram em minha memória em meu corpo, e me fazem companhia quando estou separado de você, minha pele ainda guarda seu cheiro, minha boca anseia pela sua.

Hoje em meus pensamentos só existe a sua fisionomia, palavras, gestos, olhares, hoje a vontade se faz presente, aquele sabor voltou, o aroma mais suave do que nunca, e o desejo de ter você junto a mim.

Te amo..

By: André Briguenti

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Nesta busca de libertação


O ser humano é um bicho complexo, quiçá o mais complexo de todos.
A arte sempre propôs a investigar com profundidade os meandros do comportamento humano, tão difícil de descrever e entender quanto sua própria natureza. Possuímos códigos em comum, como a moral e a ética, espécie de legislação não escrita, série de comportamentos que se fazem necessários, ainda mais quando há contextualização do homem como animal social, que divide espaço com outros de sua espécie. 
Nossa intimidade é cada vez menor, nosso espaço particular é reduzido em prol da construção de algo maior, desta teia chamada sociedade. Os grandes filmes são aqueles que tentam dar conta desta variedade de comportamentos, que não nos deixam facilmente classificáveis, inteiramente justificáveis e muito menos totalmente compreensíveis.

segunda-feira, 18 de março de 2013

"Amanhã será tomorrow"


Há momentos na vida da gente, que a gente se pergunta por que é que as coisas são assim. São nesses momentos, que paramos para refletir sobre o real sentido das coisas... Descobrindo assim as certezas e as INcertezas da vida que a gente vem carregando desde de sempre. O interessante disso tudo, é que não é apenas questão de rever os princípios, mas é questão de rever a si mesmo, em quem você se tornou em como você interage com as pessoas, se perguntar por que as coisas são assim não adianta em nada se você não demonstra pra você mesmo o seu brilho, a sua força, a sua garra, o seu carisma, o seu alto astral, o seu vigor, sua juventude. Não basta apenas mostrar pra você mesmo, você deve agarrar isso com tudo, e provar pra todo mundo do que você é capaz e COMO você se dispõe a encarar seu medos e seus tropeços de cabeça erguida, de peito aberto, sem medo, sem preceitos, sem esquecer de quem você realmente é de que como você realmente gostaria de ser. É com esse pensamento que você abre as portas de você mesmo para que o seu verdadeiro EU mostre a todos quem está por dentro e abrindo essa porta, também, é que você consegue trazer pra dentro, interagir com o exterior, absorver as coisas. Nessas horas, temos que ficar atentos e criar um filtro para drenar tudo de ruim e absorvermos somente o bom, o agradável, o doce. Se você consegue acordar todos os dias, com o brilho nos olhos, disposto a enfrentar seus medos, e dar um tapa nos inimigos, você consegue obter de você mesmo e dos outros tudo aquilo que você sonha, tudo aquilo que você quer. É a capacidade de nos apaixonarmos todos os dias é que nos faz criar asas e alçar vôo rumo a lugares mais distantes, mais bonitos. O fogo inocente dos olhos de uma criança, o brilho curioso, é o que devemos ter para conseguirmos sonhar, viver, sorrir e crescer.
E para finalizar, uma citação, essa é para todos vocês então decore:
"Amanhã será tomorrow" 

domingo, 3 de março de 2013

Prece de Cáritas:



Deus nosso Pai,
que Sois todo poder e bondade,
dai força àqueles que passam pela provação,
dai luz àqueles que procuram a verdade,
e ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.
Deus,
dai ao viajante a estrela Guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.
Pai,
dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito, a verdade,
à criança o guia,
ao órfão, o pai.
Que a vossa bondade se estenda sobre tudo que criaste.
Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem, e
esperança para aqueles que sofrem.
Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores,
derramarem por toda à parte a paz, a esperança e a fé.
Deus,
um raio, uma faísca do Vosso divino amor pode abrasar a Terra,
deixai-nos beber na fonte dessa bondade fecunda e infinita, e
todas as lagrimas secarão,
todas as dores acalmar-se-ão.
Um só coração, um só pensamento subirá até Vós,
como um grito de reconhecimento e de amor.
Como Moisés sobre a montanha,
nós Vos esperamos com os braços abertos.
Oh! bondade, Oh! Poder, Oh! beleza, Oh! perfeição,
queremos de alguma sorte merecer Vossa misericórdia.
Deus,
Dai-nos a força no progresso de subir até Vós,
Dai-nos a caridade pura,
Dai-nos a fé e a razão,
Dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas
O espelho onde refletirá um dia a Vossa Santíssima imagem.

Enquanto você pensa, alguém está agindo.


sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

2013 eu quero...

Quero ter a sabedoria de um ancião, a maturidade de um adulto, o espírito de um adolescente, e ver o mundo com os olhos de uma criança.